Embriologia do Sistema Cardiovascular

.

18

de

June

Septação do Coração Primitivo

·          Septação do átrio primitivo

 

 

   

 

   

 

 

 

     
   

>Alterações do seio venoso

 

 

>Alterações do seio venoso

 

O ventrículo primitivo se fecha ao formar-se a parte membranosa do septo interventricular a partir de 3 fontes:

  1. crista bulbar direita

  2. crista bulbar esquerda

coxim endocárdico

 

 

  

  

Septação do bulbo cardíaco e do tronco arterioso

       
Durante a quinta semana do desenvolvimento, a proliferação ativa das células mesenquimais das paredes do bulbo cardíaco resulta na formação das cristas bulbares. Cristas semelhantes se formam no tronco arterioso, contínuas com as cristas bulbares.
 

 

 

  

     
 

as cristas se unem e formam uma parede espiralada em 180º = septo aorticopulmonar. O Septo aorticopulmonar divide o tronco arterioso em um canal aortico e um canal pulmonar

   
 
 
 
 

 

   
 

Formação das válvulas cardíacas

  

Quando a septação do tronco arterioso está quase completada, as válvulas semilunares começam a desenvolver-se de três proliferações do tecido subendocárdico em torno dos orifícios da aorta e do tronco pulmonar. Estas proliferações são escavadas e remodeladas para formar três cúspides de paredes delgadas.

   
 
 

6 semana                                 7 semana                               9 semana

 

   

  

  

Sistema de condução do coração

 

Inicialmente, as camadas musculares do átrio e do ventrículo são contínuas. O átrio primitivo atua como o marcapasso provisório do coração, mas o seio venoso logo assume essa função. O nódulo sinoatrial se forma durante a quinta semana. Originalmente ele fica na parede direita do seio venoso, mas é incorporado pela parede do átrio direito juntamente com o seio venoso. O nódulo sinoatrial (nódulo SA) fica localizado no alto do átrio direito, junto da entrada da VCS. Após a incorporação do seio venoso, células da sua parede esquerda são encontradas na base do septo interatrial imediatamente anteriores á abertura do seio coronário. Juntamente com células da região AV, elas formam  o nódulo e o feixe AV, que ficam localizados imediatamente acima dos coxins endocárdicos. As fibras que saem do feixe AV vão do átrio direito para o ventrículo e dividem-se em ramos do feixe, direito e esquerdo, que se distribuem por todo o  miocárdio ventricular. O nódulo AS, o nódulo AV e o feixe AV são ricamente supridos por nervos; no entanto, o sistema de condução já está bem desenvolvido antes de esses nevos entrarem no coração. Este tecido especializado é, normalmente, a única via dos átrios para os ventrículos porque, à medida que as quatro câmaras do coração se desenvolvem, uma faixa de tecido conjuntivo, vinda do epicárdio, cresce entre eles. Subseqüentemente, este tecido separa o músculo os átrios do músculo dos ventrículos e forma parte do esqueleto cardíaco.

  

 

   

 

>Septação do coração primitivo

 

Esse fenômeno de septação do canal átrio ventricular, do átrio e do ventrículo primitivos começa no meio da quarta semana e está completo no final da quinta.

   
   

·          Septação do canal átrio ventricular

        Ao final da quarta semana, os coxins endocárdicos são formados e, à medida que células mesenquimais vão invadindo essa estrutura, elas vão se aproximando e dividem o canal em direito e esquerdo. A separação átrio ventricular é parcial.

 

                  

Filed under: Embriologia I

No Comments »

No comments yet.

Leave a comment

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://medblogufs.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.